Quem pratica esporte certamente já sentiu algum tipo de dor. Tornozelo, canela, distensões musculares… É normal. Mas uma lesão que está bastante presente no dia a dia de atletas amadores – e também profissionais – é na coluna.

O personal Cris Parente ressaltou que o papel do treinador nesse aspecto é fundamental para corrigir os movimentos mal executados e aperfeiçoar a técnica do praticante.

Em todas as modalidades, o trabalho de base, principalmente o técnico, é importante. Isso interfere na musculatura toda. A motivação da competição é legal, mas respeitar o gesto técnico é importante. Não adianta ganhar uma competição e ganhar também uma lesão.

Cris lembrou ainda que é preciso tempo para recuperar a musculatura trabalhada, e que isso também tem grande influência na diminuição do risco de lesões.

O período de descanso tem que ser respeitado para que a pessoa não entre em um treino com a musculatura cansada da atividade anterior – afirmou.

De acordo com o médico Márcio Cohen, as principais lesões na coluna durante um exercício se dão justamente por falta de acompanhamento ou quando a pessoa não respeita os limites do próprio corpo.

Fonte: euatleta.com