Emagrecimento na musculação é possível ? O que é melhor para emagrecer? Corrida, spinning ou musculação? A grande maioria das pessoas acreditam que para emagrecer é preciso fazer corrida na UFJF, pedalar por trilhas de Juiz de Fora, fazer muay thai, dançar ou fazer outro tipo de atividade aeróbica. Essa é uma dúvida muito comum em academias de ginástica de Juiz de Fora e região. Mas claro que é possível emagrecer fazendo musculação! 

Até não muito tempo atrás a conta parecia simples: quer emagrecer faça exercício aeróbico e se quer ganhar músculos, faça musculação. Porém, a ciência vem mostrando que nada é tão simples quanto parece.

Com isso, cada vez mais pessoas vem adotando a musculação com o intuito de emagrecer, já que ela permite grandes variações e adaptações a todas as individualidades. As razões para isso são muitas e a ciência já provou que é possível emagrecer na musculação, sem riscos a saúde e com treinos em torno de 40 minutos. E nosso professor e personal trainer Élder Dutra  deixou 5 estratégias para potencializar o emagrecimento na musculação!

A musculação, ou exercício anaeróbico, é o uso regular de pesos livres, máquinas, peso corporal e outras formas de equipamento para melhorar a força, potência e resistência muscular. Ela está atrelada a uma característica altamente metabólica dos músculos que relaciona a maior massa muscular magra de uma pessoa a uma maior capacidade de queima de gordura todos os dias, sem fazer nada. Ou seja, você não queima gordura como fonte de energia, mas é beneficiado por um processo chamado gliconeogênese.

Nele, a gordura é utilizada para repor as calorias perdidas durante o treino. O corpo tenta recuperar as fibras musculares desgastadas durante o seu treino e repor o estoque de energia que foi utilizado para levantar os pesos, correr, saltar… Com o metabolismo acelerado, você continua queimando a gordura por muito tempo depois da atividade física. Depois de um treino intenso de musculação, o nosso metabolismo se torna ainda mais poderoso por 48 horas e queima calorias naturalmente! É por isso que também devemos praticar musculação para emagrecer, fora os aeróbicos.

Além de adotar a musculação para emagrecer, outros motivos que o fará aderi-la é o fato de que ela estimula a síntese de proteínas musculares, melhorando sua estética e as funções do aparelho locomotor. Além disso, os benefícios obtidos com o uso de exercícios resistidos serão mais duradouros, devido à manutenção e até mesmo elevação do metabolismo de repouso.

A musculação também trabalha conjuntos de músculos de forma localizada, mudando a cada etapa da rotina de treinos. Assim, você pode focar nos membros do seu corpo que deseja trabalhar melhor conforme sua constituição física. Em geral, as mulheres focam no quadril, glúteos, cintura, abdômen e pernas, e os homens nos bíceps, pernas, braços e abdômen.

Por trabalhar conjuntos musculares, fazer os exercícios sem alterações do espaço onde se treina e pela falta do contato direto constante com outras pessoas, como esportes coletivos e maratonas, a musculação é tida como uma atividade física bastante segura.

Por fim, ao forçar os hormônios a trabalhar há um aumento na produção de testosterona que melhora o aspecto da celulite, a tensão pré-menstrual (TPM), a cefaleia (dores de cabeça) causada pelo desequilíbrio hormonal, alívio do estresse, diminuição da ansiedade, aumento da autoestima, fortalecimento das unhas e cabelos, aumento da libido, alivio da insônia e melhora das articulações.