Exagerar na comida, eventualmente, principalmente em festas e datas comemorativas, é considerado uma situação normal. No entanto, quando comer demais se torna um hábito e você não consegue mais controlar essa situação, você pode estar sofrendo de um distúrbio alimentar que afeta homens e mulheres de todas as idades, chamado compulsão alimentar.


Em geral, a pessoa compulsiva perde o controle sobre o que está ingerindo e em qual quantidade. Ela come, independentemente da sensação de fome estar presente ou não. Comer mais rápido do que o normal, comer escondido, se sentir triste ou culpada após comer demais, são alguns dos outros sintomas que caracterizam  a compulsão alimentar.

Cuidar do corpo é fundamental para que você viva bem e aumente sua qualidade de vida. Mas, cuidar da mente é tão importante quanto. Na grande maioria das vezes, a compulsão alimentar esconde questões emocionais sérias  que favorecem essa condição tão desagradável. O segredo não é fazer dietas da moda para comer menos ou para perder peso. Elas, assim como remédios, são capazes de fazer você emagrecer, mas esse emagrecimento, além de não ser permanente, não acontece de forma saudável.

Criar um novo estilo de vida com uma alimentação adequada e se exercitando regularmente se torna MUITO MAIS FÁCIL quando você cuida do seu lado psicológico ao mesmo tempo. Deixe a ansiedade e os paliativos de lado. Quanto mais você encarar seus problemas de frente, mais sólidos e duradouros serão seus resultados.

Um excelente opção na luta contra a compulsão alimentar é a hipnoterapia. Usada há centenas de anos, essa técnica explora o poder da hipnose para fazer com que pessoas  — guiadas por profissionais — busquem, dentro delas mesmas, a solução para questões de diferentes naturezas, seja psicológica, emocional ou comportamental.

Importante enfatizar que o tratamento é totalmente seguro e quem se submete a ele, em nenhum momento, perde a consciência ou o controle do que está acontecendo ao redor.  Se você quiser saber mais detalhes sobre essa técnica terapêutica, faça contato ou agende uma consulta para eliminar quaisquer dúvidas de como é seu funcionamento na prática.

Não espere para mudar o que o incomoda. Na maioria das vezes, estamos presos por paredes que nós mesmos construímos.

Mini currículo:
Valentim | Hipnoterapeuta | www.TerapiaComHipnose.com