A dor é um sinal que o corpo produz como forma de proteção para o organismo, paradoxalmente este sinal pode trazer transtornos à vida das pessoas. E quando elá é crônica, a situação fica um pouco pior.

A percepção da dor é subjetiva, isto quer diz que: cada pessoa tem sua percepção e outra pessoa não pode julgar a intensidade do que o  semelhante sente.

Variações de dor

Aguda

O tempo que a pessoa está sentindo a dor vai determinar se é aguda ou crônica. Porque a aguda está relacionada à lesão do organismo, a duração é curta e some com a cicatrização da lesão.

O tratamento da dor aguda está associado à prescrição de fármacos e repouso, agindo no alívio do sintoma, na cicatrização e na redução do processo inflamatório. 

 Crônica

Quando a dor persiste além do tempo fisiológico de cicatrização é classificada como crônica. Mas a crônica é considerada uma patologia e sua causa pode ser diversa, não está necessariamente relacionada a uma lesão no organismo, pode ser persistente ou recorrente e, sua cronificação pode ser de causa desconhecida. Portanto, não deixe chegar nesse ponto.

Dor crônica
Você sente dor ?

Algumas patologias podem predispor o desenvolvimento da dor crônica.

 Origem da crônica:

Dor Reumática
– Musculoesquelética (lombalgia crônica e cefaléia tensional)

– Viscerais (síndrome do cólon irritável)
– Dores fantasmas (relato de dor no membro amputado)

No tratamento do indivíduo portador de dores crônicas, devem ser tomadas ações sobre as características biopsicossociais, dentre as principais estratégias o exercício físico, por exemplo, é a mais utilizada, sendo defendido a mais de 20 anos pelo meio cientifico. 

AÇÃO DO EXERCÍCIO SOBRE AS CARACTERÍSTICAS BIOPSICOSOCIAL
BIOLÓGICOPSICOLÓGICOSOCIAL
Regular os mecanismos endógenos de controle das dores e a concentração de neurotransmissores (como serotonina, noradrenalina e dopamina).Reduzir ansiedade, depressão, angústia e incapacidades mentais geradas pela dor crônica.Favorecer a autoestima, a participação social e a produtividade intelectual e física.

Além disso, dentre as modalidades de exercícios físicos destacam-se a prescrição de exercícios de fortalecimento, aeróbicos e de alongamento. Acima de tudo, seja qual for dessas modalidades, devem ser aplicadas conforme a necessidade do aluno. Mas, é preciso ter cuidado para que o efeito do exercício não seja maléfico. Depois disso, sabemos  também que o treino pode trazer algumas dores que fazem parte do processo, principalmente no período adaptativo. Portanto, praticar exercício é fundamental. Depois disso, as dores provavelmente diminuirão. 

Em conclusão, a principal finalidade da conduta é promover efeitos associados ao bem-estar físico, mental e inclusão no meio social, isso porque melhora a qualidade de vida através da analgesia provida pela atividade física, ou seja, movimente-se!

Douglas William Vieira Batista
Bacharel em Educação física pela Faculdade Metodista Granbery (2019).